November 9, 2018

Please reload

Posts Recentes

É hora de criar um cargo executivo dedicado à requalificação dos colaboradores.

October 4, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Reuniões produtivas apesar das diferenças culturais

April 27, 2018

 

Dirigir uma reunião com participantes vindos de diferentes países e culturas exige algumas precauções especiais. Como fazer com que todos participem em pé de igualdade na produção de ideias, sabendo que uns são tendencialmente mais extrovertidos e outros mais reservados? Como garantir que uma decisão aparentemente consensual não merece, na realidade, reservas não expressas por parte dos participantes vindos de culturas menos confrontacionais? Como gerir conflitos de maneira a que ninguém perca a face, conhecendo a humilhação pessoal que isso representa em certas culturas?

 

 

Em reuniões profissionais, os pontos mais sensíveis andam quase sempre à volta do modo como diferentes culturas lidam com a franqueza e a manifestação de opiniões contrárias, a necessidade de consenso, ou a relação com o tempo. Uma forma de controlar os efeitos destas diferenças passa por adotar um protocolo formal e informar todos os participantes quanto às expectativas: “Temos consciência de que alguns de nós podem considerar uma opinião contrária como um sinal de menor apreço, por isso peço a uns que tentem evitar toda e qualquer brusquidão e apresentem as suas opiniões numa ótica construtiva, e aos outros que compreendam que a discordância não tem uma dimensão pessoal”.

 

É importante ter em conta aquilo que é a norma nas diferentes culturas em presença, mas não podemos permitir que isso nos ofusque ou paralise. Cada indivíduo é um caso, e pode diferir consideravelmente daquilo que, afinal, é essencialmente um estereótipo, uma tendência “central” da sua cultura de origem; por isso, idealmente, devemos esforçar-nos por compreender os comportamentos individuais – o que resulta obviamente mais fácil quando os presentes já se conhecem uns aos outros. Por isso, todas as oportunidades de convívio que fomentem esse conhecimento são valiosas para facilitar a comunicação e evitar choques e melindres na “hora da verdade”.

 

Link relacionado:

https://hbr.org/2015/12/how-to-run-a-meeting-of-people-from-different-cultures

 

 

 

 

 

João Paulo Feijoo

Partner

TalentShip - Human Capital Experience

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload